3 etapas para você contar a sua história: Como você conta a sua?

Dicas, HQ
Originais Catarse - Contar a sua história

Fala galera, beleza?

Imagine que você tenha uma ideia perfeita para contar a sua história, já imagina até os personagens em sua cabeça, os cenários e todo o contexto dela. Mas, pensando nisso você logo se indaga: Tá, mas quem vai querer ler essa história? Mesmo se existisse alguém, como eu faço pra levar ela pro mundo?

Você já se viu dessa forma?

Pois é, eu também! Mas, fique calmo, eu vou te falar da minha experiência pessoal e mostrar como você pode fazer o mesmo para levar suas ideias para o mundo, ok? Leia este post até o final e saiba como eu fiz.

Eu trabalhei durante muitos anos em uma empresa metalúrgica na minha cidade, mas eu sempre gostei muito de desenhar. Desenhava desde a infância, mas nunca pensei em como seria trabalhar com isso. Foi então que há alguns anos eu tive contato com pessoas que trabalham com quadrinhos e em decorrência disso eu comecei a fazer um curso de quadrinhos, conheci mais pessoas dessa área e consegui publicar meu primeiro quadrinho chamado Continuum, de maneira independente e autoral.

Esse é um breve resumo da história de como foi meu primeiro quadrinho. Sei o quanto pode ser frustrante pra você ter todas essas ideias, mas não saber como poderia torná-las um quadrinho.

Talvez você já tenha as histórias claras em sua cabeça, talvez você já tenha até desenhado o personagem principal, talvez você até tenha todo o contexto pronto. Mas o fato de não saber como contar tudo isso, o fato de não saber se as pessoas vão querer ler ou o simples fato de não saber se tudo isso vai ser bom, te deixa completamente paralisado, te impedindo de continuar e só aumentando a sua frustração.

Bem, muitos de nós já passamos por isso. E pensando exatamente nesta situação que eu organizei essas 3 etapas para te ajudar a esboçar a sua história e trazê-la pro mundo.

E se estiver gostando deste post, deixe seu e-mail aqui do lado. Enviarei à você em primeira mão os conteúdos do blog e do YouYube! 😉

Escrever - Contar a sua história

COMO CONTAR A SUA HISTÓRIA: COMEÇAR A ESCREVER

Você provavelmente já têm muitas ideias pipocando em sua cabeça o tempo todo, não é mesmo? Para começar a contar a sua história, todo o processo se inicia ainda nessa fase: a ideia. Por isso penso que você possa:

  • Anotar sempre todas as suas ideias;
  • Não descartar nada, qualquer ideia pode ser usada em uma história futuramente;
  • Conversar com pessoas próximas sobre as suas ideias;

Anotar as suas ideias vai ser muito útil pra quando você for iniciar um projeto. Muitas vezes, uma frase que ouvimos, uma cena que vemos na rua ou alguma informação que recebemos de alguma mídia pode servir para um tema incrível da sua história. Talvez você nem imagine agora, mas quando for escrever a sua história, você vai saber como usá-la.

Por conta disso é importante você não descartar nenhuma das ideias. Mesmo que você ache que aquela ideia não serve pra nada, mesmo que seja uma frase “jogada”, mesmo que seja apenas um fragmento de algo que viu, não importa, essa pode ser a chave para dar um fechamento ao seu roteiro.

E conversar com as pessoas próximas é sempre muito bom para dar clareza às ideias. Você pode escrever toda a sua história sozinho. Ler e reler várias vezes. Mas, é bom poder contar com alguém para ler e dar opiniões. Pois podemos ficar tão fechados em nossas ideias e ignorar que outras pessoas vão ler. Talvez essa pessoa não queira mudar nada do que escreveu, mas pode ser que ela dê uma ideia para um desfecho, uma sugestão de continuidade e ainda te mostrar um novo ponto de vista.

Definir - Contar a sua história

COMO CONTAR A SUA HISTÓRIA: DEFINIR A SUA HISTÓRIA

Você já anotou, escreveu e juntou todas as suas ideias. Já falou com pessoas próximas à você sobre tudo o que está pensando em contar para o mundo. Mas, e se ninguém quiser ler a sua história? Como saber que ela vai ser boa para as pessoas?

Eu também já tive essa dúvida. Eu demorei para escrever a Continuum. Eu tinha várias ideias, várias anotações, até tinha outro roteiro, mas ainda faltava algo. Ficava me indagando se seria uma boa história. Depois de muito pensar, relaxar e sair daquele foco, revisitei as anotações que eu já tinha e lá estavam várias ideias “soltas” que, juntas, se tornaram a Continuum.

Por isso, acho muito importante que você considere esses pontos para saber se a história será boa:

  • Tente ficar tranquilo;
  • Não se pressione a contar uma história;
  • Fale do que você gosta e gostaria de ler;

Quando se estressa, muitas vezes pode não ter tanta clareza em seus pensamentos, o que gera um bloqueio na hora de escrever, portanto, tente relaxar, assim as ideias fluirão normalmente. Nos momentos de bloqueio, tente fazer atividades que não estejam relacionadas ao desenho, pois dessa forma, quando retomar à escrita, as ideias poderão surgir mais facilmente.

A pressão que você exerce em si mesmo para contar a sua história da maneira perfeita é muito grande. Mas, ao fazer isso, pode se sentir ainda mais bloqueado, então, não se pressione, pois não existe a história perfeita. A história deve ser bem contada e com dedicação, estudos e disciplina você conseguirá fazer isso.

E é importante você falar sobre o que gostaria de ler. Pode parecer simples, mas ao contar uma história que você gostaria de ler, você pode gerar muito mais empatia e trazer para perto, através da sua história, pessoas parecidas com você.

Mundo - Contar a sua história

COMO CONTAR A SUA HISTÓRIA: TRAZER SUA HISTÓRIA PARA O MUNDO

Com tudo isso estruturado, como fazer para mostrar a sua história para as pessoas? Trabalhar de maneira independente pode te exigir um pouco mais de esforço, pois você está totalmente por sua conta. Para muitas pessoas isso pode ser muito bom, pois terão tudo à sua maneira.

Atualmente podemos mostrar nossa história de várias maneiras. Algumas delas são:

  • Publicação independente;
  • Utilização de plataformas de financiamento coletivo (crowdfunding);
  • Formato webcomic;

Uma opção para quem quiser se lançar sem depender de fatores externos é a publicação independente, ou seja, você pode se publicar sozinho. Você monta o projeto, diagrama, fecha o arquivo e contata gráficas para poder imprimir os exemplares. Essa forma exige que você tenha o dinheiro à vista para produzir seu conteúdo. Quando publiquei a Continuum junto com a galera da ZineBox, nós fizemos dessa forma. Juntamos o dinheiro entre os autores e publicamos por nossa conta.

A utilização de plataformas de financiamento coletivo tem sido bem recorrente para novos (e antigos) autores de quadrinhos. É uma excelente maneira de começar, pois você lança o projeto e consegue publicá-lo quando atinge a meta financeira pré-estabelecida. A publicação da HQ Mapinguari só será possível por conta dessa modalidade! Existem várias plataformas nesse formato como a que eu utilizei que se chama Catarse, o Kickante, o Benfeitoria entre outros.

O formato mais prático acredito que seja o webcomic. Você pode publicar seus quadrinhos online, muitas vezes sem custo, de forma bem autônoma, rápida e prática. Alguns dos sites mais comuns são o Issuu e o Tapas.

Conclusão - Contar a sua história

COMO CONTAR A SUA HISTÓRIA: CONCLUSÃO

Assim, você pode notar que contar a sua história pode ser mais simples do que você imagina, certo? Não deixe suas ideias na gaveta. Escreva-as, desenhe-as e traga-as para o mundo! Mostre à todos suas ideias, suas histórias e sua maneira de ver o mundo. Os talentos não devem ser mantidos guardados.

E lembre-se sempre que FEITO É MELHOR DO QUE PERFEITO. O mais importante aqui é finalizar o seu projeto. Mais difícil do que começar é finalizar um projeto, portanto, mesmo que seja uma história curta (20 páginas no mínimo), faça-a até o fim. Deixe seu projeto de 100 páginas para quando tiver pelo menos um projeto publicado (finalizado), pois, se começar pelo projeto mais longo e não conseguir terminar, você pode se sentir frustrado e achar que não é capaz. E isso não é verdade, ok?

Espero que tenha gostado deste post! Me fale nos comentários o que achou, me conte sua opinião e como faz para contar suas histórias!

Compartilhe com seus amigos também. Se este post foi útil pra você, pode ser que ajude seus amigos também!

Valeu demais, até logo!

Anatomia, veja como desenhar cabeças
Lançamento oficial do meu novo quadrinho Mapinguari

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu